8 palavras indianas que entraram para o português

Xampu tem sua origem no termo “champi”, do hindi. Credito: YouTube

Várias palavras que migraram de línguas indianas para o inglês, durante o processo de colonização da Índia pelos britânicos, acabaram desembarcando, com o tempo,  na língua portuguesa. Confira aqui oito palavras da nossa língua que vieram  do sânscrito (língua antiga, já não mais utilizada) e do hindi, a principal língua falada na Índia:

Xampu
Essa palavra tem sua origem no termo “champi”, do hindi, que significa massagear a cabeça. Desde tempos antigos na Índia se usava uma mistura de extratos herbais nos cabelos. Essa palavra entrou para o vocabulário inglês no século 19, durante o período da colonização britânica na Índia: “shampoo” e o verbo “shampooing” (lavar os cabelos). 

Bandana. Credito: Pxhere

Bandana
Lenço em formato quadrado ou triangular, dobrado, que serve para enfeitar ou proteger a cabeça, cobrindo-a em parte ou totalmente. A origem é a língua hindi e o verbo bandhana significa amarrar.

Ioga
Do sânscrito, significa união (corpo e espírito). Sistema tradicional de práticas física, mental e espiritual da tradição filosófica nascida na Índia, há milhares de anos, e que hoje é conhecido e praticado no mundo todo. Talvez seja a palavra indiana mais conhecida no mundo ocidental.

Credito: Pxhere

Bangalô
Casa de um andar com uma varanda, um tipo de construção onde europeus costumavam viver na Índia, durante o período de colonização. A palavra vem do hindi “bangla”, que se refere às casas no estilo bengali (do estado indiano de Bengala Ocidental), geralmente onde se vivia uma família. Hoje, em muitos países, significa casa pequena, frequentemente de férias, muitas vezes construída de madeira.

Karma
Palavra originária do sânscrito, cujo significado é “ação”. No Hinduísmo se refere  aos efeitos de nossas ações no futuro, nesta vida ou em outras, já que essa religião crê em reencarnações. Mas o termo karma, com diferenças no significado,  também existe em outras religiões da Índia, como o Budismo, o Jainismo e o Sikhismo.

Marajá
Do hindi, a junção de “maha” (grande) e “rajá” (rei). Era o  título concedido a príncipes feudais da Índia até meados do século 20. Esses títulos foram abolidos na década de 70, mas apesar disso, os descendentes desses nobres gostam de continuar utilizando-os. No Brasil, o termo é usado para designar funcionários públicos com altas aposentadorias.

Buda em Nirvana. Credito: Wikimedia Commons

Nirvana
Do sânscrito, esse termo, utilizado na filosofia indiana e nas suas tradições espirituais, significa a superação das aspirações materiais, da ignorância, refere-se à busca do que é fundamental na vida, da paz interior.

Avatar
Deriva do sânscrito e significa descida de deus. É a encarnação de uma divindade hindu em forma humana ou não. É uma manifestação corporal de um ser imortal. Mas o termo foi expandido e muitos podem utilizá-lo para significar encarnações de divindades em outras religiões, não apenas no Hinduismo. É famosa a série de desenho animado da TV americana  “Avatar: A lenda de Aaung” (2005-2008) e também o filme americano “Avatar” (2009), de James Cameron.

— Equipe Beco da Índia

1 comentário em "8 palavras indianas que entraram para o português"

  1. Muito legal o conteúdo de vocês! Adorei
    Existe mais uma palavra, pijama. Hoje utilizamos para se referir à roupa de dormir, mas tem origem no vestuário indiano, as kurtas pijamas

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*