Bloco Bollywood mistura música indiana com samba em SP, relata Estadão

Foto: Lalit Atal

Bloco Bollywood 2019

“O Bloco Bollywoodsaiu em São Paulo neste sábado, pela quarta vez, trazendo um pouco da cultura indiana ao carnaval brasileiro”, relata matéria do Estado de S. Paulo, publicada em 2 de março de 2019. Criado pela comunidade indiana que vive no Brasil, a festa foi idealizada para aproximar os paulistanos das festas tradicionais indianas e vice-versa. 

O artigo destacou a presença da bateria Cherateria, da Faculdade de Física da USP. Com isso, criou-se o “Sambra”, mistura de Bhangra (estilo de música indiana com fortes batidas de percussão) com o samba.  Os foliões _ diz a matéria – incluem brasileiros, indianos e seus descendentes.  Muitos seguem as coreografias criadas por professores de danças indianas no Brasil.

O repórter do Estadão entrevistou um folião brasileiro, o bancário Douglas Muniz, que participou da festa pelo segundo ano e gostou da animação do grupo: “É um bloco seguro, dá para trazer a família, tem gente bacana e te dá contato com uma cultura e uma realidade diferentes. Este ano está mais animado e bonito”. Uma das organizadoras do bloco, a jornalista brasileira Florência Costa, autor do livro Os Indianos (Editora Contexto), contou à reportagem que o bloco nasceu em 2016 para fazer com que os indianos que vivem aqui se sintam mais próximos da Índia: “É também uma festa para promover e unir as pessoas que amam a cultura indiana”. Costa é casada com o jornalista indiano Shobhan Saxena, que idealizou o Bollywood, atraindo até diplomatas daquele país para a festa.

— Equipe do Beco da Índia

Leia aqui a matéria do Estadão

Seja o primeiro a comentar em "Bloco Bollywood mistura música indiana com samba em SP, relata Estadão"

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*