Começa na Índia o Festival de Ganesha, a divindade que remove os obstáculos e traz boa sorte

Festival do Ganesha. Crédito: Wallapaperfare

As grandes procissões públicas de Ganesha na Índia se intensificaram a partir do século 19, como forma de manter a união do povo indiano durante o movimento de independência. Do panteão hindu, Ganesha é um dos mais populares na Índia moderna. Ele é aquele deus com cabeça de elefante e corpo de menino que remove obstáculos e traz sorte para novos projetos. O festival do Ganesha 2020 começa no dia 22 de agosto e se estende por 10 dias.

Neste ano, devido à pandemia da Covid 19, os governos estaduais procuram evitar grandes festas para evitar aglomerações. A mídia indiana tem incentivado a realização de pujas domésticas. Como se sabe, os indianos costumam ter pequenos altares dentro de suas casas, onde colocam as imagens de deus deuses preferidos.

Houve um momento da História em que a procissão de Ganesha ajudou na causa da libertação da Índia. Em 1893, Bal Gamgadhar Tilak, um importante líder pela independência, reivindicou celebrações públicas de Ganesha, que eram contidas pelas autoridades do Raj Britânico. Seria uma forma de fortalecer a união da comunidade.

Em 1942, cinco anos antes da independência da Índia, a imagem exibida em público foi maior do que as anteriores para demonstrar solidariedade com o Movimento Deixe a Índia que Mahatma Gandhi liderava.

Nas últimas décadas as estátuas tornaram-se cada vez maiores e mais coloridas. Mas a preocupação com o meio ambiente tem feito as autoridades a pedirem para que as pessoas construam estátuas de materiais ecológicos e com tintas naturais, já que elas são imersas no mar e em rios. Nos locais onde não há mar e rios, pode-se levar as estátuas para tanques construídos para esse fim ou  até mesmo piscinas.

Artesão pinta estátua de Ganesha. Crédito: Maxpixel

Ganesha tem a fama de destruidor de obstáculos e por isso é chamado também de Vighnaharta, ou seja, aquele que resolve os seus problemas. É o deus que abençoa quem vai começar um novo projeto, seja no plano pessoal como no profissional: casamentos, compra de imóveis, decisões de negócios etc. Por isso é a divindade hindu da boa sorte. Ele também é reverenciado como o deus da educação, do conhecimento e da sabedoria.

Ganesha é filho do deus Shiva com sua esposa Parvati. Se você observar bem suas presas, uma delas está pela metade: ele a quebrou para usá-la para escrever o milenar épico indiano Mahabharata, ditado pelo sábio Vyasa. Assim, como conta a lenda, Ganesha é também o protetor de escritores.

Imensas estátuas de Ganesha são reverenciadas por vários dias nas ruas, e a elas são oferecidas doces especiais, como o modak,  e flores. No décimo dia e as estátuas são levadas em procissões, com música e dança, para a imersão na água. Essa imersão simboliza a volta de Ganesha para a sua casa, de onde sairá novamente no ano que vem.

Há várias lendas sobre a sua cabeça de elefante. Uma delas diz que Parvati moldou uma estátua de barro em forma de um menino para colocar diante do local onde ela tomava banho. Era para que nenhum atrevido viesse espioná-la enquanto seu esposo estivesse fora.

Pintura de miniatura de Ganesha
montado no rato, o seu veículo.
Crédito: Wikimedia Commons

A cabeça de elefante denota sabedoria e seu corpo humano, a existência terrena. O coração humano deve abraçar os sentimentos de compaixão por outros.

Mas Shiva chegou e o menino de barro não o deixou passar. Shiva cortou a sua cabeça.Parvati ficou furiosa e mandou o esposo colocar sobre o pescoço da criatura uma cabeça qualquer, do primeiro ser vivo que ele encontrasse. Shiva deparou-se com um elefante e o decepou. O elefante perdeu a vida, mas o menino recuperou a sua.

Todos os deuses hindus tem um animal que é seu transporte. O de Ganesha é um camundongo e isso significa que o deus é humilde e modesto o suficiente para ser transportado por esse pequeno animal.

O ratinho tem um significado também: ele simboliza o desejo. Os ratos, por sua natureza, correm para lá e para cá em busca de comida, acumulando mais do que precisam, só para atender desejos.

A imagem de Ganesha com o ratinho significa que a divindade nos ajuda a controlar nossos desejos e com isso conseguimos alcançar os nossos objetivos e ter projetos de sucesso.

— Equipe Beco da Índia

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*