Conheça o anel que ajuda a meditar

Crédito: Good Free Photos

Uma startaup indiana criou o “anel dhyana”, para meditadores: essa bijuteria do século 21 é um dispositivo  com algoritmos que mostram o desempenho dos meditadores em três parâmetros: respiração, relaxamento e foco. O sistema funciona com algoritmos que rastreiam as variações da frequência cardíaca. A startup é a Avantari Technologies Private Limited, com sede na cidade de Hyderabad (estado de Andra Pradesh, na região central da Índia).

O batimento cardíaco sofre variações quando a pessoa tem uma forte surpresa, por exemplo, ou sente um medo repetino.  Essas flutuações no ritmo do coração  também ocorrem o quando pensamentos navegam pela mente do meditador, atrapalhando o seu foco. E o dhyana capta exatamente essas flutuações mínimas. Dhyana é uma palavra do Sânscrito que significa contemplação, reflexão e meditação profunda. Na Índia, a meditação é tida como sagrada, uma prática de milhares de anos abraçada pelo Hinduismo, pelo Budismo e por outras crenças e filosofias de vida.

Já é comum usar dispositivos tecnológicos para melhorar o desempenho físico, por exemplo, como os relógios inteligentes que monitoram essas atividades. Mas o anel dhyana, que busca reduzir o strees, foi criado para atender um segmento cada vez mais popular no mundo todo, inclusive por grandes empresas: o da manutenção da saúde focada no equilíbrio da mente.

O anel da meditação tem uma precisão de 95% e assim é capaz de calcular as mínimas variações no ritmo cardíaco da pessoa, segundo a empresa Avantari. O anel pode guiar o meditador , mostrando a ele como ele pode melhor sua prática, segundo os criadores do anel.

Equipe Beco da Índia

1 comentário em "Conheça o anel que ajuda a meditar"

  1. Gostei da proposta do anel, existe um meio de
    Adquiri-lo?

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*