Documentário conta a aventura de um jovem que passou oito dias com os Beatles em ashram de Rishikesh

O guia Malay Chakraborty diante do prédio principal do Ashram. Crédito: Florencia Costa

“Meeting the Beatles in India” (“Encontrando os Beatles na Índia”) mostra cenas valiosas registradas por Paul Saltzman no retiro espiritual ao lado de John Lennon, Paul McCarthy, George  Harrison e Ringo Star

Florência Costa*

Você é um mochileiro que desembarca na Índia em meio ao turbilhão de um rompimento de namoro. O ano era 1968. Vai para Rishikesh, cidade à beira do sagrado rio Ganges. Tudo o que você quer é mergulhar no ashram (retiro espiritual) de Maharishi Mahesh Yogi, guru da Meditação Transcendental, método que se tornava famoso na época. Mas eis que o ashram está com as portas fechadas. O segurança avisa que  os Beatles estavam lá, em retiro.

Como não tentar furar o bloqueio? E não é que esse mochileiro sortudo conseguiu? Um atendente do ahram acabou cedendo aos apelos daquele viajante de 23 anos. O jovem passou oito dias mágicos por lá, dividindo refeições vegetarianas e as experiências místicas com John Lennon, Paul McCartney, Ringo Star e George Harrison. O turista fez imagens valiosas dos maiores ídolos pop da História.

Cinquenta e dois anos após essa viagem inacreditável, o canadense Paul Saltzman, hoje um cineasta premiado,  lança o documentário “Meeting The Beatles in India” (“Encontrando os Beatles na Índia”). Morgan Freeman narra o documentário, que é produzido por David Lynch.

Confira o trailer do documentário:

O retiro dos Beatles no meio da floresta foi um dos períodos mais criativos da banda. Desse mergulho na espiritualidade indiana nasceu o Album Branco, no fim daquele ano de 1968.

Em 2010, quando eu vivia na Índia, fui visitar o famoso ashram, situado dentro do Parque Nacional Rajaji. O mato havia tomado conta do prédio principal e das casinhas onde ficavam seus hóspedes, como os Beatles. Pelo caminho, cruzei com famílias de macacos e parei para espiar o Ganges do alto. O lugar parecia mesmo um retiro da agitação de Rishikesh, hoje conhecida como a “capital mundial do ioga”, lotada de turistas.

Macacos no ashram, Rishikesh 2010. Crédito: Florencia Costa

Do meio da floresta surge um indiano todo vestido de branco, barba e cabelos grisalhos, óculos de armação preta que lembrava os modelos usados nos anos 60. Malay Chakraborty se oferece para mostrar o que restou daquele templo da contracultura.

O abandono do local faz a gente sentir que entrou numa espécie de máquina do tempo e ouvir “Blackbird” , aquele que voa na direção da escuridão noturna, e “Dear Prudence”, o apelo irresistível dos Beatles para Prudence, irmã da atriz Mia Farrow, que não queria sair do iglu de meditação do ashram. 

“Querida Prudence, abra os seus olhos, veja o céu ensolarado, por que você não sai para brincar?”.  

*Florência Costa é editora do Beco da Índia e autora do livro ‘Os Indianos’ ( Editora Contexto), que descreve, em um dos capítulos, a visita ao chamado “ashram dos Beatles”

Seja o primeiro a comentar em "Documentário conta a aventura de um jovem que passou oito dias com os Beatles em ashram de Rishikesh"

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*