O valor da vida, independente da sua idade: um filme que prova que a Índia não é só para jovens

Credito: Fox Searchlight Pictures

Em um momento em que se discute o valor da vida e a importância dos idosos na sociedade, com toda a sua experiência e sabedoria, vale ver ou rever o filme The Best Exotic Marigold Hotel (2011), de produção britânica, mas cuja história se passa na Índia.

Esperança, amor, ressentimentos, choques culturais, preconceitos, tudo isso é abordado na história dos sete idosos britânicos que escolhem esse hotel, na cidade de Jaipur, capital do estado do Rajastão, no Norte da Índia. O filme mostra a vida dos idosos além do que se espera dessa faixa etária. Há muita vida neles.

Muitos dizem que a Índia é um lugar que exacerba as suas emoções, te faz se reencontrar e se conectar com o seu passado e com o seu presente. O Best Exotic Marigold Hotel reforça essa ideia.

O hotel decadente, mas propagandeado como exótico, e que depende de investidores para sobreviver, é dirigido pelo jovem indiano Sonny Kapoor, personagem interpretado pelo ótimo ator britânico de origem indiana Dev Patel. O local de filmagem foi o hotel Ravla Khempur, um antigo palácio rajasthani construído no século 17.  As filmagens ocorreram em Jaipur e na belíssima Udaipur, ambas no Rajastão.

Quem não se apaixona pela viúva Evelyn Greenslade, que foi obrigada a vender sua casa em Londres para pagar dívidas que o marido deixou? Ela enfrenta com coragem a guinada radical em sua vida e encar a falta de dinheiro arranjando um emprego em um call center, como conselheira cultural. “Quando acordamos pela manhã, fazemos o nosso melhor”, diz.

Veja aqui o trailer, com legendas em português:

Graham Dashwood, um juiz aposentado e gay, nos comove com a sua busca pelo amor do passado em Jaipur.  Jean é a insegura que se recusa a sair do hotel, incapaz de digerir o choque cultural com a Índia, mas seu marido Douglas mostra que é preciso viver plenamente o momento e abre o seu espírito para o novo: no lugar de perceber apenas os defeitos do país, ele absorve a simpatia das pessoas, as cores e a alegria da Índia.

Muriel Donnelly, preconceituosa e xenófoba, vai para Índia fazer uma operação no quadril , por ser mais barato lá. Mais do que a melhora em sua saúde, ela colhe grandes lições de onde menos esperava. Após vários casamentos falidos, Madge Hardcastle viaja em busca de romances, assim como Norman Cousins faz essa aventura indiana para achar novas aventuras amorosas, em uma tentativa de reconquistar a juventude perdida.

O filme foi lancado no Reino Unido em 2012  e fez bastante sucesso no mundo, o que acabou resultando em uma sequência: o The Second Best Exotic Marigold Hotel (2015).

Dirigido por John Maddin, o filme é baseado no livro Theses Foolish Things (Deborah Moggach).  O elenco é de excelência: Judi Dench, Celia Imrie, Bill Nighy, Ronald Picku, Maggie Smith, Tom Wilkinson, Penelope Wilton, além de Dev Patel.

— Equipe Beco da Índia

Seja o primeiro a comentar em "O valor da vida, independente da sua idade: um filme que prova que a Índia não é só para jovens"

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*