Taj Mahal, ioga, meditação, gastronomia e luxo: a Índia facilita vistos para atrair mais turistas brasileiros

Crédito: Incredible India

Diz-se na Índia que há dois tipos de pessoas no mundo: os que visitaram o Taj Mahal e os que ainda vão visitar o monumento ao amor. “Se você ainda não viu essa construção magnífica, arrume as suas malas e vá para a Índia”, disse Roman Francis Pereira, gerente do escritório de Nova Iorque da Agência Estatal de Turismo da Índia . “Mas a Índia tem muito mais a oferecer. É o país mais diverso do mundo. Se você quer experimentar uma grande diversidade de cultura, comidas, línguas, a Índia é o lugar perfeito para você”,  afirmou Pereira, durante o seminário “Conheça a Índia”, realizado na quinta-feira, 5 de Março, no restaurante Tulsi, em São Paulo.

O seminario ‘Conheca a India’, no Lounge Bali, Hotel Transamerica. Crédito: Luciano Finotti

Em sua apresentação, Pereira levou a plateia a um tour pela Índia, mostrando na tela imagens da campanha governamental Incredible India (Índia Incrível): das montanhas cobertas por neve do estado de  Jammu e Caxemira, no Norte do país, às águas azuis do estado de Kerala, no Sul. Das regiões habitadas pelos indígenas, no Nordeste da Índia, ao deserto do sal do estado do Gujarat (Rann of Kutch).“Nas noites de lua cheia, o sal brilha como neve. Nós temos uma feira nesse deserto com a melhor comida e artesanato produzidos pela população local”, contou Pereira. A Índia é tão rica em opções que é difícil descrever tudo em um seminário.

Consul Geral da india, Amit K Mishra.
Crédito: Luciano Finotti

Organizado pelo consulado indiano em São Paulo, em associação com o escritório de turismo do governo indiano em Nova Iorque, o seminário reuniu diplomatas, funcionários dos governos da Índia, do estado de São Paulo e da cidade de São Paulo, blogueiros e jornalistas especializados em viagem e gastronomia, e operadores de turismo.

O consul-geral da Índia em São Paulo, Amit K. Mishra,  disse que o turismo é um componente importante para aumentar os laços entre a Índia e o Brasil. “Como os brasileiros amam viajar e gostam de conhecer outras culturas, a Índia é um execelente destino, já que oferece experiências que variam de ioga e meditação, a múltiplos tipos de culinárias e excelentes compras”, disse o diplomata indiano à plateia que ocupou o lounge Baali do Hotel Transamerica.

O número de turistas brasileiros que vão para a Índia tem aumentando nos últimos anos. Mas as autoridades de turismo da Índia querem mais brasileiros lá e por isso o governo indiano facilitou a obtenção de vistos turistas para a Índia. Responsável pelas concessões de vistos do consulado indiano em São Paulo, Naresh Sharma explicou vários aspectos do processo. “Nós introduzimos o processo de e-visto no Brasil e isso facilitou a concessão. O número de vistos concedidos aumentou e adoraríamos ver esse número aumentar ainda mais”, disse.

Cristiane Cury, da Indo Asian Tours, que organiza regularmente viagem à Índia, fez uma apresentação de imagem 360 graus, com os lugares de maior interesse na Índia. “A Índia é tão grande e diversa que você precisa de toda uma vida para visitar todos os lugares. Cada lugar é mais interessante do que o outro”, disse Cury, que mostrou desde imagens de mosteiros budistas do estado de Himachal Pradesh a barcos-casas do estado de Kerala , passando por igrejas católicas construídas por portugueses em Goa.

Iara Ananda. Crédito: Luciano Finotti

Para dar uma mostra de uma experiência completa à Índia, o evento contou com performances de danças clássicas de Iara Ananda, professora no Centro Cultural Swami Vivekananda: foi uma apresentação de Bharatnatyam que mostrou os nove estados de espíritos humanos. Bharatnatyam é  um estilo de dança clássica do Sul da Índia.  Houve também a apresentação de Odissi (outro estilo de dança clássica indiana, proveniente do estado de Orissa), em tributo ao deus Ganesha.

Após o show, chegou a hora de provar as delícias da culinária indiana, preparadas pelo chef do restaurant Tulsi. Participaram também do envento o chefe da chancelaria do consulado-geral da Índia em São Paulo, Digvijay Nath; a diretora do Centro Cultural Swami Vivekananda, Puja Kaushik; o representante do Departamento de Relações Internacionais do governo de São Paulo André Britto; o dono do restaurante indiano Tandoor, Lakhi Daswani; e o presidente da Associação dos Indianos de São Paulo, Shobhan Saxena.

Equipe Beco da Índia

Seja o primeiro a comentar em "Taj Mahal, ioga, meditação, gastronomia e luxo: a Índia facilita vistos para atrair mais turistas brasileiros"

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*