Três startups indianas na luta contra o Covid-19

Credito: Florencia Costa

Na quarta, 11 de março, o governo indiano anunciou a suspensão de todos os vistos de turistas a partir de sexta 13 até 15 de abril, após o anúncio de pandemia por parte da Organização Mundial de Saúde.

Com o pânico, as plataformas de mídia social estão lotadas de desinformação, faltam máscras no mercado para os profissionais de saúde, e muitos pacientes poderão ser tratados virtualmente. Três startups da Índia estão trabalhando em cada uma dessas frentes, segundo um levantamento feito pelo site Your Story.

Quais são essas startups indianas e o que elas estão fazendo:

Credito: Haptik

HAPTIK
Focada em inteligência artificial e com sede em Mumbai (estado de Maharashtra),  a Haptik lançou, em meados de fevereiro, um chatbot no WhatsApp para responder as perguntas sobre o coronavírus e procurar diminuir o probelma das fake news e mitos sobre a doença, que só pioram o cenário. Chatbot é um programa de computador que utiliza inteligência artificial para imitar conversas com usuários de várias plataformas e aplicativos, como acontece no Facebook e em sites de e-commerce.

O chatbot (chat significa bate-papo) funciona como uma espécie de assistente que se comunica e interage com as pessoas através de mensagens de texto automatizadas. O Chatbot “nCov helpdesk” da Haptik  oferece informações em cinco quesitos: O que é coronavírus, seus sintomas, como se proteger, mitos, e conselhos de viagem. A fonte dessas respostas é a Organização Mundial da Saúde. As pessoas podem escrever suas dúvidas para o número da Haptik, de Mumbai (+91 -22- 93213-98773) e terão suas repostas recebidas.

NANOCLEAN
Já há falta de equipamentos de proteção, como mascaras, fundamentais para os profissionais de saúde que vão lidar com pacientes infectados com o coronavírus. Baseada em Delhi, a startup Nanoclean Global, de soluções de saúde, aumentou a produção de Naso mask – an N95/FFP2 e abaixou o preço das máscaras.

mFINE Com sede na cidade de Bengaluru (estado de Karnataka), esta startup posiibilita consulta médica virtual  por meio da Inteligência Artificial (IA). A startup está fornecendo consultas médicas remotas para ajudar pessoas que estão com dúvidas sobre o coronavírus. A mFine também lançou um video com medicos explicando a doença e destacando o que é mito e o que é realidade.

Seja o primeiro a comentar em "Três startups indianas na luta contra o Covid-19"

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*